Tag: Santiago

Dicas P&B – Férias da Branca no Chile – Dia 05

Gente… prometi que eu vinha logo e aqui estou eu!!! Mas não conforme o prometido: para o último post das minhas aventuras no Chile! Achei que eu conseguiria reunir em um post só o quinto dia e a manhã do dia que voltamos pro Brasil… Mas o quinto dia foi cheio de tanta coisa que terei que dividir em dois posts mesmo… Senão vocês não aguentam ler tudo!!!

O último dia inteiro foi em Santiago mesmo… Era feriado e muita coisa estava fechada, mas conseguimos fazer algumas coisas listadas como principais pontos turísticos da cidade. Saímos do apartamento rumo ao principal morro da cidade… O Cerro San Cristóbal. Estávamos um pouco desanimados, pois o dia estava fechado, e o principal atrativo do Cerro era a vista da cidade toda de Santiago.

A princípio tínhamos pensado em subir e descer o morro caminhando, mas nesse mesmo dia tínhamos conseguido um reserva no restaurante giratório da cidade e não teríamos tempo hábil para isso. Decidimos então fazer o mais difícil, a subida, com um meio mais rápido e fácil! Sugestão minha, claro!!! rsrs Subimos de funicular, tipo um trenzinho que vai da base ao topo do morro em minutos! É possível optar em subir direto ao topo ou fazer a parada em um zoológico que há no meio da subida. Optamos subir direto, pois não nos interessávamos pelo zoológico e achamos que podiamos perder muito tempo ali, e aí nosso tempo ficaria limitado depois. A escolha do funicular foi ótima, gente! A subida a pé seria muito longa (vimos isso quando descemos) e cansativa – não sei se eu aguentaria subir e descer caminhando. E nosso tempo deu certinho…e realmente não podíamos mesmo ter ido ao zoológico. Acredito que quem tiver tempo, disposição e preparo, vale a pena subir e descer caminhando!

Chile05_00

Entrada do Cerro San Cristóbal pelo acesso do funicular

Chile05_01

Subida pelo funicular

Chile05_02

Subida tranquila…

Chile05_03

Alto não?!

Cerro San Cristóbal é o ponto mais alto da cidade, e concentra em sua volta um parque enorme. Lá em cima há um santuário com várias áreas para oração e homenagens à santa, a Virgen de la Inmaculada Concepción, que está bem no seu topo.  Quando descemos do funicular já estamos bem próximos da área da Santa, passamos apenas por um mirante, onde já vimos a beleza e grandiosidade da cidade de Santiago – mesmo com um pouco de nuvens. Ao lado da Virgen há ainda uma igreja bem bonitinha… que vale a pena perder uns minutinhos em oração!

Chile05_04

Mirante

Chile05_05

Vista de Santiago

Chile05_06

Virgen de la Inmaculada Concepción

Chile05_07

Vista lá de cima

Chile05_08

Santuário de Virgen de la Inmaculada Concepción

Chile05_09

Santuário da Virgen de la Inmaculada Concepción

Chile05_10

Dentro da igreja

Chile05_11

Igreja

Após ver os vários pontos de devoção ali aos pés da santa, iniciamos a descida. Há ruas estruturadas pra quem quiser chegar de carro próximo ao pé da santa, mas chega em um ponto onde só pode ser a pé. Descemos caminhando por essas ruas… e foi super tranquilo! Fiquei mega espantada com a quantidade de pessoas subindo de bicicleta… é muita gente! E a subida não é tranquilo gente… nós demoramos pra descer a pé umas 3 horas. Imagina se eu tivesse topado subir também caminhando?! Eu ficaria sem perna!!! rkkkk Mas a descida valeu muito a pena!!!

Chile05_12

Começando a descida pelas ruas do Cerro

O morro tem vários pontos de parada bem estruturados com praças, construções, parques menores… Ótimo passeio! Durante o caminho passamos por áreas de piquenique, mais mirantes, esculturas, jardins, um centro Tapahue, praças com brinquedos… a descida foi cheia de paradas e fotos e pudemos ver como as coisas lá são super bem tratadas e como as pessoas aproveitam. O parque estava super cheio! E como tem esportista… é muita gente fazendo exercício por lá! – sim… mesmo sendo uma mega subida o povo vai pra fazer exercício.

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

Tínhamos nos organizado para sair do parque por um portão que fosse o mais próximo da região onde está localizado o restaurante que almoçaríamos, e então nossa descida acabou no acesso Pedro de Valdívia Norte (entramos pelo portão do funicular que fica no acesso Pio Nono). Por esse acesso seguimos pelo bairro de Providencia para chegar até o Restaurante Giratório. O caminho escolhido foi ótimo, pois conseguimos ainda passar pelo Parque de Las Esculturas, com obras super modernas. A caminhada não é muito longa, mas após ter caminhado tanto eu já estava cansada, e a fome já apertava… Ainda bem que bem rapidinho chegamos ao restaurante.

SAMSUNG CSC

Parque de las Esculturas

SAMSUNG CSC

O parque fica a beira do rio Mapocho

E que restaurante, gente!!!! O lugar é muito legal… Ponto que ninguém que está em Santigo pode deixar de conhecer! É um restaurante “chiquetoso”, mas nada de frescura não… (eu até levei uma botinha na mochila pra não entrar de tênis, mas não teria problema nenhum!) A comida é deliciosa, os garçons são super atenciosos, e ainda há uma música ao vivo – o pianista só tocava música brasileira. Simplesmente um lugar perfeito para relaxar e passar momentos super gostosos! O restaurante gira 360º em aproximadamente, 1h30 mostrando vários ângulos da capital chilena. O girar é bem devagarinho, quase nem dá pra sentir… ninguém vai passar mal,não, viu?! Fui durante o dia, porque foi o que coube dentro da nossa programação, mas acho que a noite deve ser bem legal também! Numa próxima vou me organizar para visitá-lo a noite para ver a iluminação da cidade.

SAMSUNG CSC

Restaurante Giratório

SAMSUNG CSC

Vista do Restaurante Giratório

SAMSUNG CSC

Vista do Restaurante Giratório

SAMSUNG CSC

Delícia…

SAMSUNG CSC

Ao som de um piano… com músicas brasileiras

SAMSUNG CSC

Estou apontando a Virgen de la Imaculada Concepción onde estávamos no topo do Cerro San Cristóbal

Após comer bem, conversar e curtirmos bastante o ambiente, estávamos prontos para mais caminhada! Eu estava louca para conhecer o Mestizo, um outro restaurante super recomendado na internet, situado dentro de um outro parque da cidade, o Parque Bicentenário. Olhamos pelo mapa e vimos que o parque não estaria tão longe… então resolvemos ir caminhando e quem sabe tomar um cafézinho no famoso restaurante. Mas a caminhada foi longa até o Parque Bicentenário. Ele é na outra ponta do bairro, mas nada impossível de se fazer… fizemos uma ótima digestão! O parque é gigante… super comprido. Só sei que uma hora não aguentamos… Muita gente sentada na grama, conversando, crianças brincando, cachorrinhos correndo… Esticamos uma toalhinha e deitamos na grama para descansar e aproveitar um pouco o lugar! Enrolamos um pouco ali e seguimos para o restante do parque. O Mestizo fica no final do parque e é bem bonitinho mesmo! Tem um deck que dá num lago do parque… Mas para a minha decepção, por ser feriado, ele estava fechado!!! Tudo bem vai… valeu o passeio pelo parque… EU AMEI!

SAMSUNG CSC

Parque Bicentenário

SAMSUNG CSC

Descansando um pouco

SAMSUNG CSC

Restaurante Mestizo

SAMSUNG CSC

Parque Bicentenário

SAMSUNG CSC

Vista do Parque Bicentenário

SAMSUNG CSC

Parque Bicentenário

Isso já era o fim do dia… e ainda precisávamos caminhar até o metrô mais próximo para voltar pro apartamento… Haja caminhada! Mais um dia que “batemos muita perna”! Quando chegamos próximo ao apartamento de novo queríamos tomar um cafézinho… mas acreditem… nada aberto!!! Eles são super patriotas gente! Preciso contar… Era feriado nacional devido a independência do país e simplesmente todo mundo se orgulha demais dessa conquista. Há festas tradicionais – chamadas fondas – por toda a cidade nesses quatro dias de comemorações. Por onde a gente anda na cidade tem bandeiras espalhadas e enfeites nas cores da bandeira do país. Em todo lugar vimos o branco, azul e vermelho! E eles são tradicionais, respeitam muito a data e são dias para festejar o país mesmo… Achei bem legal! (mesmo isso atrapalhando os nossos dias lá por tudo estra fechado!)

SAMSUNG CSC

Até o prédio que estávamos foi enfeitado… Todo lugar era assim, gente!

O dia acabou por aí… achamos uma sorveteria aberta e, apesar do frio, topamos um sorvetinho. Voltamos para o apartamento, tomamos um banho e o único lugar aberto para jantar pela região foi uma lanchonete peruana… Foi lá mesmo! E foi bom!

No dia seguinte iríamos embora a tarde… e teríamos pouco tempo para qualquer coisa, mas conseguimos fazer alguma coisinha… E eu conto tudo no próximo post (que espero que já seja amanhã)!

Beijinhos… e até amanhã!

Branca

DICAS P&B – Férias da Branca no Chile – Dia 02

Oie!!! Olha eu aqui de novo pra contar sobre mais um dia meu no Chile durante as minhas mini-férias… Resolvi escrever logo para não esquecer nada e também para que vocês fiquem animadas!

Como contei no aqui, no primeiro dia fechamos para o segundo dia um passeio em uma vinícola… A vinícola escolhida foi a Cousiño Macul! Na verdade escolhemos ela mais pela questão que queríamos o passeio de bicicleta pela vinícola e a que encontramos foi essa. O passeio foi fechado através da agência chamada La Bicicleta Verde. Eles tem vários passeios, inclusive um city tour de bike, mas achamos que seria bem interessante conhecer a vinícola pedalando. No site deles vocês podem ter várias informações e até mesmo tentar o contato para reserva e tal… Como nós estaríamos hospedados bem pertinho da loja, decidimos ver isso quando estivessemos lá, então fomos na própria agência, fizemos a reserva, pagamos e depois era só estar na vinícola no horário marcado.

O pacote do passeio não incluía a ida até a vinícola, era apenas para o passeio com guia dentro da vinícola e a degustação dos vinhos por lá! Mas a moça que nos atendeu na agência nos deu um mapinha e explicou direitinho como chegava até a vinícola. Em Santiago é muito fácil de se locomover de metrô, de ônibus e até mesmo de táxi (que é baratinho!)… de modo geral o transporte público atende muito bem, e isso facilitou muito qualquer passeio, inclusive esse.

Tínhamos que estar na vinícola antes das 11hs da manhã, que era o horário marcado para o passeio de bike, e conforme a moça tinha explicado demoraríamos cerca de uns 50 minutos de metrô até a vinícola (Era longinho gente… mas muito fácil de chegar!!!). Pegamos a linha vermelha do metrô  e depois só fizemos uma baldeação para a linha azul… e então pegamos um táxi até a porta da vinícola. Simples… e tranquilo! Demoramos o tempo que ela tinha dito mesmo… e acabamos até chegando mais cedo, afinal saímos bem antes por precaução… melhor esperar que perder o passeio né?! Aproveitei o tempo aguardando pra tirar fotinhos do meu look do dia pra colocar aqui no blog… logo mais vocês vão ver detalhes!

DSC06158

DSC06160

DSC06161

Gente… a vínicola é linda!!! É um ambiente tão gostoso… Acolhedor… silencioso… Uma delícia!

DSC06166

DSC06172

DSC06195

DSC06199

O passeio começa pelas plantações de uva… Infelizmente essa época as parreiras estão todas podadas, pois não é o período de dar fruto. As parreiras produzem normalmente de janeiro a março e depois da colheita elas são todas podadas, então vocês vão ver pelas fotos que parece que está tudo seco, mas na verdade é normal tá?! No frio não dá uva! Mas gente, mesmo assim é tudo muito lindo! Ver que são tantas plantinhas e ir passando de bicicleta pelo meio delas, é uma delícia!

DSC06204

DSC06206

A guia que nos acompanha, também de bike, vai explicando os tipos das uvas pelas quais vamos passando na plantação, fazemos algumas paradas e ela explica tudo sobre o cultivo para que se tenha o melhor vinho… É muito bom porque também conseguimos conhecer mais sobre a qualidade das uvas para cada tipo de vinho e tal! Eu que sou bem leiga no assunto, AMEI! rsrs E logo a melhor parte… Paramos no meio dos parreirais para degustar um vinho… Encostamos as bikes e como ganhamos no início do passeio uma taça e uma garrafinha de água, pegamos a taça e ali mesmo experimentamos o primeiro vinho do circuito da degustaçãoDSC06210

DSC06214

DSC06215

Após andarmos por todo o parreiral, é hora de conhecer então a produção do famoso vinho. Então a guia nos leva à companhia de outro guia e então percorremos a área onde são fabricados os vinhos após a colheita das uvas e também a parte de armazenamento. É um ambiente bom demais! Vinho já é bom, quando a gente conhece como é feito… a paixão aumenta ainda mais!

DSC06233

DSC06242
DSC06247

DSC06258

E para finalizar… esse passeio com chave de ouro… A degustação de mais tipos de vinhos! Há umas mesinhas ao ar livre, onde o guia traz as garrafas de vinho acompanhadas de uns tira-gostos. Ali ficamos degustando vários tipos de vinhos e escutando as histórias variadas de cada um. E então, após experimentar muito… é hora de comprar! rsrs Há uma lojinha com os produtos da vinícola… Mas cuidado, senão vai querer levar tudo! hahaha Só que existem regras pra trazer as garrafas pro Brasil hein… não esqueça!

DSC06264

DSC06265

DSC06266

O passeio completo até chegar a parte da lojinha dura umas 3 horas… e como começou as 11hs e já tínhamos bebido um pouquinho, saímos de lá mortos de fome! rsrs Conhecemos uns brasileiros e resolvemos ir até o shopping próximo ao metrô para almoçar… Pegamos um taxi até o shopping, almoçamos e decidimos voltar sentido centro de Santiago para andarmos por lá.

No caminho decidimos descer no Bairro da Providencia para conhecer a Casa-Museu de Pablo Neruda. Descemos no metrô Baquedano, e então caminhamos um pouquinho até onde fica o museu. Para ser bem sincera, não conhecia muito a história de Pablo Neruda, mas me encantei pela sua casa… Foi a casa onde ele morou, e eles mantiveram e transformaram num museu. Chegando lá você paga uma taxa e pega um audio-guia (um radinho) que vai explicando tudo a cada ambiente que você entra… É super legal! Vale muito a pena!

DSC06280

DSC06278

Saímos de lá e caminhando pela rua sentido ao metrô passamos pela Rua Pio IX, uma das super famosas da cidade de Santiago por seus barzinhos. Muita gente tomando cerveja e  curtindo um happy hour, afinal já era final de tarde! Passamos pelo Pátio Bella Vista, uma galeria famosa por seus restaurantes… Demos uma voltinha, vimos algumas lojinhas… e então resolvemos voltar andando até o nosso bairro… A avenida principal entre um bairro e outro tem um parque na sua marginal… Um lugar muito gostoso para caminhar e admirar o fim do dia!DSC06294

DSC06295

DSC06296

Parece que não fizemos muita coisa nesse dia… mas andamos pra caramba! E com a mochila cheia de vinhos…kkkk Voltamos pro apartamento, tomamos um banho e saímos pra procurar algo para comer ali por perto mesmo. Achamos uma ótima pizzaria! Mas tava um frio tão grande essa noite, que comemos rapidinho e voltamos pro apê… Afinal o dia seguinte seria mais uma vez de passear e tínhamos que descansar!

O dia seguinte… Ahhh… esse será assunto do próximo post!

Espero que estejam gostando… e qualquer coisa, se quiserem informações mais detalhadas de alguma coisa, podem perguntar aqui viu?!

Beijinhos

Branca

DICAS P&B – Férias da Branca no Chile – Dia 01

Oi pessoal!!!

Aproveitando que eu estava de férias (infelizmente ACABOU!!!  😥 ) e tenho algumas coisinhas pra contar da minha pequena viagem… Preta e eu, resolvemos estrear a TAG nova do blog: DICAS P&B!

Nesse espaço vamos dar algumas dicas de lugares, passeios, viagens, restaurantes, teatros, exposições, etc – algo mais social e cultural – que vivemos ou que pretendemos viver e achamos legal dividir com vocês!

Mas então vamos lá para a estréia da tag… o primeiro dia da minha viagem ao Chile!

Eu e meu marido resolvemos visitar o Chile dessa vez porque conseguimos apenas 1 semaninha de descanso juntos… Eu até tive mais uns dias, que aproveitei pra ficar com minha mãe e meu pai no interior, mas meu maridinho tá atordoado de trabalho e conseguiu dar apenas uma fugidinha… Enfim, com esse tempo não conseguiríamos fazer a viagem que estávamos planejando, então, como sempre tivemos vontade de esquiar, ver neve o Chile nessa época seria perfeito para uma viagem mais rapidinha… e ainda seria regado a vinho!

Escolhemos ficar em Santiago, porque é uma cidade super elogiada e que não seria tão monótono do que ficar apenas em lugar com neve para todos os lados. A cidade permite muitos tipos de passeio, tanto nela mesmo como nas redondezas, nas cidades próximas, inclusive praia ou neve… e isso que é legal! Pudemos ficar hospedados no centro de Santiago e cada dia fazer um passeio diferente.

Hoje vou trazer um pouquinho da programação que fizemos no primeiro dia de passeio. Como chegamos em Santiago de madrugada, pudemos descansar a noite e resolvemos não ter que levantar muito cedo… Ainda precisávamos ir no mercado (pois alugamos um flat que não tinha café da manhã) e também ver com alguma agência como faríamos os passeios que precisavam de transporte e tal… então decidimos fazer isso no primeiro dia de manhã e depois aproveitar o dia na cidade mesmo… Afinal mais pro final da semana que estaríamos por lá seria feriado nacional e nada estaria funcionando. 😐

Aproveitamos pra fazer tudo caminhando, pois estávamos no centro da cidade e tinha muita coisa perto… Mercadinhos, cafeterias, padarias, comércios em geral… Então depois de comprar coisinhas para tomarmos café durante a semana, fomos a uma agência para fechar um passeio de bicicleta por uma vinícola que queríamos fazer no dia seguinte (que conto depois os detalhes de tudo!), depois fomos à várias agências para ver os preços e conversar sobre a ida até o Valle Nevado e até às cidades de Viña Del Mar e Valparaíso, que ficam próximas a Santiago e daria pra fazer um bate e volta. Acabamos ficando só resolvendo isso e já tinha passado mais de meio dia… resolvemos almoçar por perto do apartamento mesmo e depois faríamos um city tour.

Chile01_01

Rio Mapocho – Centro de Santiago

Como não tínhamos muito tempo pra andar, sem saber por onde começar e sem saber andar direito lá ainda, compramos um City Tour que eles chamam de HOP ON HOP OFF da Turistik (mais informações aqui). Essa empresa é uma das principais de turismo em Santiago, e tem esse passeio com um ônibus de dois andares tipo aqueles que fazem esse tipo de passeio em New York, Londres. TOP!!! Nesse passeio é possível pegar o ônibus em qualquer das 12 paradas que ele faz, podendo descer  e subir quantas vezes quiser em qualquer parada. É bom porque é possível descer, andar por onde quiser e depois pegar próximo que vier.  Normalmente o tempo entre um ônibus e outro passando pela mesma parada é de cerca de meia hora, então se te interessar visitar algum ponto característico, você desce, tira fotos, passeia e pega o próximo para poder ver os outros passeios. Como ele funciona só até as 18h00 não conseguimos descer em nenhum ponto, pois pegamos o primeiro já era mais de 15h30 e ele demora cerca de 2 horas para o percurso todo, o que não daria tempo se quiséssemos percorrer tudo. Mas foi uma ótima opção, porque além dele ter a escuta-guia que explica sobre os pontos turísticos da cidade enquanto vamos passando, ele percorre a cidade toda e então foi possível eleger o que gostaríamos de conhecer na cidade em outro dia e nos programarmos melhor!

Chile01_09

Bus Hop On Hop Off da Turistik

Passamos pelos pontos turísticos do Centro da cidade; depois percorremos o bairro da Providencia que é um bairro mais comercial; passa pelo bairro El Golf que é um bairro mais chique; vai até o Parque Arauco, shopping glamouroso e enorme num ponto mais distante da cidade; e então ele começa a voltar, passando por Bella Vista, bairro cheio de barzinhos e restaurantes; e então chega ao centro novamente passando por outros pontos turísticos.

Chile01_02

Chile01_03

Chile01_04

Chile01_05

Chile01_07

Chile01_08

Chile01_10

Chile01_11

Chile01_12

Nós acabamos descendo no Parque Arauco, pois não daria tempo de fazer o percurso todo e ainda voltar pra lá, e como era o ponto mais longe e dentro da nossa programação seria o único dia que teríamos pra ir até lá, pois no final da semana estaria tudo “cerrado”, resolvemos descer pra conhecer o maior shopping da cidade e ver se os preços nos atraiam para colocar a mão no bolso… rsrs E também já seria um lugar para comermos alguma coisa!

O shopping realmente é bem grande… mas o preço lá não vale a pena! As lojas de departamento e que tem de tudo, mais famosas (Ripley, Paris e Falabella) tem muitas marcas conhecida, mas o preço é mais ou menos como no Brasil, talvez um pouco mais barato, mas nada que valesse tanto a pena. Algumas lojas de marca estavam em promoção… e aí talvez valesse a pena, mas como não estávamos lá pra comprar nem nos interessamos. Andamos, andamos… vimos tudo! Ahh… e uma dica top: Indo ao quiosque de informações do shopping, apresentando o passaporte/RG brasileiro você consegue um cartão que dá descontos para turistas em várias lojas do shopping. (Mas nós nem usamos! hehehe)

Chile01_13

Área externa com Restaurantes

Chile01_14

Setor das lojas de grife

Pra ir embora do shopping, a Turistik mesmo oferece transporte “free” até o hotel/apartamento. São duas saídas no final do dia, uma às 18hs e uma às 20hs. Basta ir até o  quiosque da empresa que tem na área externa, próximo aos restaurantes, se inscrever e escolher o horário. Assim eles já programam o itinerário do ônibus para que ele passe o mais próximos possível de onde você está. Serviço excelente viu?!Recomendamos com certeza!!! Um pouco antes de pegar o ônibus, ainda não tínhamos comido nada e então acabamos parando numa creperia na área externa do shopping, afinal seria algo bem rápido… (tínhamos 20 minutos, apenas!) E não é que conseguimos comer, pagar… e claro… sair correndo pra não perder o ônibus! Mas deu tudo certo…

Enfim… assim acabou nosso primeiro dia! Em Santiago escurece bem tarde… então ainda chegamos no hotel e estava claro… mas não conseguíamos fazer mais nada. Estávamos mortos! E eu ainda estava tomando um antialérgico, então morria de sono o dia todo…hehehe Ficamos no apartamento mesmo, pra dormir logo que o dia seguinte seria cheio de novo, começando pelo passeio de bike… que volto logo, logo pra contar pra vocês todos os detalhes!

😉

Espero que tenham gostado das dicas, da nova tag e já comecem a pensar em conhecer um pouquinho do Chile… com certeza com todos os posts de lá, vocês já estarão apaixonados como eu fiquei!!!

Beijinhos… até a próxima… 10706547_708691209199618_492999649_n

Branca

 

P.S.: Meu marido vai me matar quando ele ver que coloquei fotinhos dele aqui! rsrs  😯

%d blogueiros gostam disto: